Tudo o que você precisa saber sobre emulsões asfálticas


Postada em 31/08/2018 às 08:22


Tudo o que você precisa saber sobre emulsões asfálticas

Emulsões asfálticas são o resultado da mistura de pequenas partículas ou glóbulos de cimento asfáltico de petróleo (CAP ou asfalto convencional) com água e agentes emulsificantes. Elas são produzidas em fábricas de emulsões onde os componentes passam por moinhos de alto cisalhamento ou coloidais.

Mas a pergunta que fica é “Quando são usadas as emulsões asfálticas?”.

Geralmente as emulsões asfálticas são utilizadas para  impermeabilização ou preparação de fundações, baldrames, muros de arrimo, alicerces, estruturas em contato com o solo, etc.Elas se inscrevem num projeto de evolução de materiais, para atender às necessidades construtivas e de manutenção de estradas, e por serem manuseadas, estocadas e transportadas em temperaturas iguais a 100 graus Celsius, abaixo do asfalto convencional (CAP), elas ganharam subsídio e foram se difundindo e se aperfeiçoando.

As emulsões precisavam de estabilidade (para serem estocadas e transportadas), de uma trabalhabilidade adequada para serem aplicadas, e tinham que conservar a propriedade aglutinante do asfalto.

Ao longo dos anos, o uso das emulsões asfálticas se popularizou para dois tipos de serviços:

  • Serviços por penetração: um dos principais exemplos de serviços por penetração são os tratamentos superficiais, nos quais são aplicadas, alternativamente, camadas de emulsão e de agregados. Para este tipo de trabalho, as emulsões são aspergidas, ocorrendo o envolvimento do agregado ou percolação sobre a superfície, onde acontece a ruptura da emulsão e a cura do asfalto residual.
  • Serviços por mistura: os serviços por mistura incluem a lama asfáltica, o micro revestimento e a reciclagem, e consistem na aplicação de uma argamassa composta de agregados e emulsão asfáltica, previamente misturados.

As vantagens das Emulsões Asfálticas:

Permitem a utilização de equipamentos de estocagem e de produção de menor custo; pois dispensam o aquecimento do ligante asfáltico e secagem dos agregados:

  • evitam gastos de combustível para aquecimento;
  • eliminam os riscos de incêndios e explosões;
  • tornam mais fáceis o manuseio e a distribuição de ligante;
  • evitam o superaquecimento do ligante;
  • não poluem o meio ambiente;
  • reduzem o tempo de construção das obras rodoviárias(em condições climáticas adversas);
  • permitem o emprego de equipamentos para estocagem e de produção de menor custo;
  • permitem o uso de agregados lavados e em estado de umidade.

 

Ref: PEREIRA, Caio. Emulsão Asfáltica – Passo a passo da aplicação. Escola Engenharia, 2013.