Meio Ambiente

Reciclagem: quais produtos são mais fáceis de reutilizar em uma obra?

Entre eles estão o aço, concreto, madeira, gesso, vidro e muito mais


Postada em 03/10/2019 às 08:00
Por Claudia Ferreira Ribeiro


De acordo com a Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição (Abrecon), se todo o resíduo gerado na indústria da construção civil do Brasil em um único dia fosse reciclado, ele poderia ajudar a construir 2.134 Maracanãs. Ou seja, além da exploração, a grande quantidade de resíduos gerados nos canteiros de obra é algo preocupante.


O destino dado a esse “lixo” é outro fator bem preocupante, pois muitos são postos em caçambas que acabam indo para aterros sem um destino correto e adequado, criando locais de deposição informais. Por isso, materiais precisam reciclados, para que novos componentes de construção sejam feitos com qualidade e transformados em matéria-prima.


Um processo importantíssimo, pois além de reduzir o consumo de materiais, diminui o volume total de lixo e pode conceber emprego a milhares de pessoas. Conheça alguns destes materiais e veja como é fácil reutilizá-los durante a obra, sem ter maiores dores de cabeça.


Aço


O aço é uma liga metálica formada principalmente de ferro e carbono. Possui maior aplicação que o próprio ferro e pode ser usado para produzir outras ligas. Vergalhões para concreto armado, arames, pregos e alguns perfis metálicos são geralmente fabricados a partir de sucatas.



Pode ser transformado infinitas vezes em um novo material sem perda de qualidade, e ao ser reciclado, o consumo de energia elétrica chega a ser 80% menor para a produção da peça, provocando um menor impacto ambiental e evitando a extração de matéria-prima.


Concreto


O concreto é basicamente o resultado da mistura de cimento, água, pedra e areia, sendo que o cimento ao ser hidratado pela água, forma uma pasta bem resistente e aderente aos fragmentos de agregados (pedra e areia), formando um bloco monolítico.



A reciclagem de concreto permite a reutilização dos escombros, além de reduzir os custos de construção. Para reciclagem de concreto endurecido, utiliza-se um britador especial para essa finalidade, que produz o “agregado reciclado”. Tipo de material leve por unidade de volume, comparado aos produtos de pedra virgem, o que significa menor preço por metro cúbico, resultando em custos reduzidos de material, transporte e custos gerais do projeto.


Madeira


A madeira é um material que pode ser definido como o tecido lenhoso das árvores. É o principal produto mercantil florestal e sua utilização em grande escala se deve a sua resistência e peso, e por isso, é um excelente material de construção.



As madeiras duras podem durar centenas de anos, se conservadas de maneira adequada. Podem ser utilizadas em peças grandes e estruturais, ou tornarem-se ripas para a fabricação de outros artefatos como caixotes, pallets e suportes para fins diversos.


Mas, mesmo madeiras mais moles e baratas podem ser recicladas, sobretudo como matéria-prima para a indústria de painéis. A opção mais comum é a moagem completa do material para a fabricação de chapas de MDF, para a produção de marcenarias.


Outra opção, caso não seja possível aplicar nenhum dos processos anteriores, é destinar os restos de madeiras para a produção de biomassa, através da queima em fornos industriais.


Gesso


O gesso é um dos materiais de construção mais antigos. Mineral aglomerante inorgânico (assim como o cal e o cimento), não hidráulico e aéreo, que precisa de água para endurecer. A sua produção é gerada a partir do aquecimento da gipsita e é encontrado, praticamente, em todo Brasil.



A reciclagem do gesso na construção civil é viável, mas é um material que se descartado de forma incorreta, pode emitir gás sulfídrico, que é inflamável e altamente tóxico, além de contaminar o solo e os lençóis freáticos. No entanto, se enviado à empresas adequadas, o gesso produzido a partir da reciclagem mantém as mesmas características físicas e mecânicas do gesso convencional, com um custo relativamente baixo.


No processo de transformação, essas pérolas aumentam em até 50 vezes o seu tamanho original, por meio de vapor, fundindo-se e moldando-se em formas diversas.



Este material também pode ser reciclado e sabe-se que pode se tornar matéria-prima para a fabricação de novos produtos plásticos, quando compactados e triturados. Podem se tornar objetos de acabamentos ou mesmo tintas.


Vidro


O vidro é uma substância sólida, transparente e frágil, que resulta da fusão de areia siliciosa, cal e carbonato de sódio ou potássio, e embora recipientes e garrafas de vidro sejam altamente recicláveis, esse não é o caso dos vidros de janelas; por terem composições químicas e temperaturas de fusão distintas, eles não podem reciclados juntos.



Também há a opção do vidro ser derretido e remanufaturado em fibra de vidro, para ser incorporado no asfalto e até combinado em tintas refletivas amarelas e brancas para estradas. Vidro quebrado pode ser combinado com concreto para criar pisos e bancadas de granilite, por exemplo.


E estes são apenas alguns, pois no mercado de construção civil existem diversos outros materiais que podem ser reciclados, como o zinco, alumínio, embalagens e tecidos. Apoie a causa e faça bem ao meio ambiente: construa com consciência e responsabilidade!


Continue nos acompanhando e deixe seu comentário abaixo para saber mais sobre o mercado de construção civil e produtos voltados para a área que você só encontra aqui na Geocontract!