Impermeabilização

Impermeabilização rígida e flexível: saiba as diferenças e quais produtos usar para cada tipo

Indicadas para usos específicos, os impermeabilizantes são parte muito importante de uma obra


Postada em 28/08/2019 às 09:38
Por Claudia Ferreira Ribeiro


Os impermeabilizantes são parte fundamental de uma obra. São eles os grandes responsáveis em proteger as edificações da deterioração causada pela água e por outros agentes agressivos que, em contato com a umidade, causam sérios problemas a estrutura.


No entanto, para que os impermeabilizantes atinjam as necessidades desejadas, além de contar com bons profissionais e as melhores marcas, é preciso também saber as diferenças entre eles. Divididos entre impermeabilizantes rígidos e flexíveis, cada um é indicado para usos específicos e possuem várias diferenças. Conheça:


 


Impermeabilizantes rígidos


São aqueles que têm módulo de elasticidade próximo ao da argamassa. São elas: argamassa impermeável e argamassa polimérica.


A argamassa impermeável é bastante utilizada como reboco e contrapiso e é uma solução bastante utilizada em diversos tipos de obras. Para prepará-la, é necessário fazer a mistura do impermeabilizante com areia e cimento.


Já a argamassa polimérica é um produto produzido industrialmente e já vem pronta para uso. A sua preparação é mais fácil, basta misturar e homogeneizar o componente líquido (emulsão de polímeros) com o em pó (cimento e aditivos minerais).


A impermeabilização rígida não suporta a movimentação da estrutura e por isso é utilizada em estruturas não sujeitas à fissuração ou grandes deformações.


Onde usar?


Os impermeabilizantes rígidos são indicados para subsolos, poços de elevador, reservatórios de água enterrados, piscinas enterradas, galerias de barragens, galerias enterradas, silos, baldrames e muros de arrimo.


 


Impermeabilizantes flexíveis


São aqueles impermeabilizantes que oferecem um sistema de alongamento maior, são mais indicadas para ambientes que possuem alta circulação e os materiais utilizados para este tipo de aplicação também são diferentes. São eles: membrana líquida, manta asfáltica, membrana asfáltica moldada e membrana de poliuretano.


Diferentemente também dos impermeabilizantes rígidos, os flexíveis são mais indicados para ambientes com alta circulação, pois facilita a aplicação em locais com maior fluxo de pessoas.


Onde usar?


Os impermeabilizantes flexíveis podem ser usados em terraços, lajes maciças, mistas ou pré-fabricadas, reservatórios de água superiores, piscinas suspensas ou apoiadas, varandas, terraços, espelhos d’água, jardins, calhas com grandes dimensões, floreiras e pisos frios de banheiros, cozinhas e áreas de serviço.


 


Produtos


Agora que você já descobriu as diferenças entre os impermeabilizantes rígidos e flexíveis, conheça alguns produtos vendidos aqui na Geocontract e escolha o melhor para sua obra!


Para impermeabilizações rígidas


Um dos produtos mais conhecidos e indicados para impermeabilizações rígidas é o Viaplus 1000. Argamassa polimérica semiflexível, bicomponente, à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes.



O Viaplus 1000 é um produto muito resistente às altas pressões hidrostáticas, apresenta ótima aderência e resistência mecânica, não altera a potabilidade da água, é fácil de aplicar e permite o assentamento direto de revestimento sem a necessidade de proteção mecânica no caso de banheiros, cozinhas e lavanderias sem cota.


 


Para impermeabilizações flexíveis


A Manta Asfáltica Classic Poliéster é o material ideal para impermeabilizações flexíveis. Produzida a partir da modificação física do asfalto com uma mescla de polímeros, que proporcionam excelente aderência durabilidade e resistência, a Classic Poliéster é estruturada com um não tecido de filamentos contínuos de poliéster, resinado e termofixado, que garante perfeita impermeabilização da área a ser utilizada.


 


Como vantagens, a Manta Asfáltica Classic Poliéster apresenta boa espessura, resistência à tração longitudinal e transversal, alongamento na longitudinal e transversal, absorção d’água, flexibilidade à baixa temperatura, resistência ao impacto, escorrimento ao calor, estabilidade dimensional, flexibilidade após envelhecimento, estanqueidade e resistência ao rasgo.


Outro exemplo de material muito potente para impermeabilizações flexíveis é a membrana líquida GE Enduris 3502. 100% silicone, é o produto ideal para lajes, telhados e coberturas metálicas.



O Enduris 3052 tem a capacidade de formar uma membrana durável e possui como características alto teor de sólidos, baixo VOC e uma única demão de revestimento cura rapidamente para formar uma membrana excepcionalmente durável que é respirável, impermeável e permanentemente flexível.


Conta com benefícios, como estabilidade aos raios UV, elasticidade mesmo após décadas de exposição ao tempo e ao clima e cobre com segurança ligações com vários substratos de teto, incluindo paredes de camada única, BUR, SPF, betume modificado, metal ou parapeito e revestimentos existentes.


Agora que você já sabe as diferenças entre as impermeabilizações rígidas e flexíveis e conhece todos esses produtos, saiba também onde adquiri-los com os menores preços do mercado, aqui na Geocontract!


Deixe seu comentário abaixo nos dizendo o que achou e não deixe de nos acompanhar para receber cada vez mais informações sobre construção civil!