Você Sabia? Curiosidades Dicas

Fundação Radier: quando fazer, vantagens e desvantagens

Geralmente escolhido para construção de casas de pequeno porte, apresenta baixo custo, rapidez na execução e mais


Postada em 20/08/2019 às 08:00
Por Claudia Ferreira Ribeiro


O radier é uma laje de concreto armado que fica em contato direto com o terreno que receberá as cargas dos pilares e paredes e que, normalmente, é escolhido para construções de pequeno porte.


Especialmente indicado para terrenos argilosos, à fundação radier apresenta como vantagens baixo custo comparada as sapatas corridas, redução na mão de obra especializada e tempo de execução reduzido.


Como desvantagens, caso for necessário aumentar a resistência do radier devido às cargas atuantes na laje, é preciso aumentar o volume de concreto, o que acaba tornando esse tipo de fundação mais cara, ocasionando maior dificuldade na execução. Com isso, ainda podem ocorrer várias fissuras já que se trata de uma estrutura de concreto armado.


 


Quando fazer?


Para que a fundação radier seja tecnicamente viável, o terreno precisa, pelo menos, respeitar duas condições básicas: o solo de apoio tem que apresentar capacidade de carga adequada aos esforços previstos, e as alterações no subsolo precisam ser compatíveis com as deformações aceitáveis para a estrutura em seu estado limite.


 


Como fazer?


A primeira coisa a ser observada na obra é se a posição onde foi realizada a escavação esta com medidas iguais ao projeto estrutural. A manta asfáltica deve ser colocada, pois o impermeabilizante é responsável por evitar que as armaduras entrem em contato com o solo, o concreto perca a água e a umidade suba pelo concreto, prejudicando a fundação.


É preciso verificar também se o fundo foi devidamente compactado e se às tábuas de madeira (caixarias) foram colocadas para delimitação da área. As instalações hidráulicas e elétricas precisam ser feitas e as tubulações fechadas para impedir a entrada do concreto e outros materiais indesejados.


As telas ou armaduras de aço devem ser posicionadas após a implantação da manta asfáltica, como também as colunas de aço arranque fixadas. Veja se as colunas estão aprumadas, alinhadas no centro e sem contato direto com o solo.


Após posicionar as armações de aço, é colocado o concreto, que durante a aplicação precisa ser observado se está pastoso e homogêneo, e depois da secagem (sete dias), o concreto não poderá possuir furos que permitam ver as estruturas de aço.


Depois de três dias, realiza-se a protensão da armadura, os macacos hidráulicos são esticados por toda a malha de cabos de aço da armadura ativa e depois de sete dias os macacos são retirados e a resistência do radier aumentada com o tensionamento.


Ou seja, de forma resumida, as etapas construtivas de uma radier podem ser divididas em: escavar o terreno até o nivelamento correto, lançar um lastro de concreto magro, a fim de evitar contaminações indesejáveis e concretar o radier, seguindo as especificações do projeto.


 


Gostou de saber um pouco mais sobre o tipo de fundação rasa radier? Então deixe nos comentários abaixo o que achou e até a próxima com mais dicas e novidades sobre o mercado de construção civil!