Conhecendo sobre o Geotêxtil Bidim


Postada em 09/03/2018 às 17:32


Conhecendo sobre o Geotêxtil Bidim

Uso e diferenças de Geotêxtil

 Os geossintéticos são utilizados em construções geotécnicas, podendo ter mais que uma função, sendo elas: filtração, proteção, impermeabilização, separação e  controle de erosão superficial.

 Dependendo do seu processo de fabricação, o produto é separado em categorias, e uma delas são as mantas geotêxteis. Podem ser utilizados em construção de rodovias com diferentes solos (elemento de separação), taludes íngremes e aterros sobre solos moles (para reforço), substituição de filtros de areia natural (para filtração), e quando está junto ao asfalto, gera impermeabilização a líquidos e vapores.

 

 Ação drenante  

 

 

Os geotêxteis são utilizados em todas as obras de infraestrutura. Na drenagem é equivalente a um filtro: deixando a água passar no dreno, bloqueando a passagem de elementos como terra e areia. Permitindo que a vida útil do dreno venha a se prolongar.

 

 

 Matéria-Prima   

 

 A fabricação de geotêxtil é desenvolvida com poliéster (PES) ou polipropileno (PP).

 PES é indicado para aplicações em que o material vai estar submetido a tensões constantes por longo período.

 Já o PP que possui mais resistência é indicado para aplicações mais agressivas como minerações que usam fortes ácidos.

 

 

 Suas classificações são determinadas em tecidos e nãotecidos, definida em função do arranjo estrutural de suas fibras.

 Tecido - composto por dois conjuntos perpendiculares de elementos lineares, primorosamente entrelaçados para obter a formação de uma estrutura plana. Seus filamentos são entrelaçados em direções preferenciais com máquinas têxteis convencionais.

 Nãotecido - são compostos por filamentos ou fibras distribuídas aleatoriamente e unidos para produzir uma estrutura plana. Tal união pode ser realizada pelo entrelaçamento mecânico com agulhas (agulhado), fusão parcial (termoligado),  uso de produtos químicos (resinado) ou pelo reforço (reforçado).

 

 

Peculiaridades

 Os modelos são determinados de acordo com sua resistência, que variam entre  7kN/m e 48kN/m. Para definir a resistência, são usados métodos de cálculo específicos para cada tipo de aplicação e o dimensionamento deve ser feito pelo projetista.

 As características do solo e a função que a manta irá realizar devem ser apontados  no momento da especificação. Na utilização do geotêxtil como reforço, devem ser visionados   características como resistência à tração e aplicar fatores de redução para fluência e danos mecânicos. O mesmo serve para outras aplicações. Para cada especificidade existe um método de ensaio próprio, e a frequência desses ensaios precisa estar citada no projeto.

 O geotêxtil é um recurso que deve atender os mesmos critérios de filtração, como qualquer outro material natural, portanto requer a definição no projeto de que suas aberturas sejam pequenas o bastante para impedir a fuga excessiva de partículas finas do solo; que sua permebilidade seja alta o suficiente para dar vazão ao líquido coletado, sem aumento considerável das perdas de carga; que seja suficiente sua resistência para garantir integridade durante as operações de instalação; e que demonstre durabilidade conciliável com o que prescreve o projeto.

 Em algumas situações específicas, as mantas devem ser dimensionadas com relação à colmatação química ou biológica. Um dos casos seria a utilização do geotêxtil para a filtração de percolados de aterros sanitários. Nesse tipo de ocorrência é indicado geotêxteis tecidos com grande abertura, devido à estrutura formada por laminetes, evitando o alojamento de culturas de bactérias, impedindo a colmatação. Para os demais sistemas de drenagem  é recomendável os geotêxteis nãotecidos.

 

 Utilidades X Desvantagens

 

 É preciso que seja tomado cuidados essenciais no procedimento de instalação, para que a eficiência do produto seja garantida a longo  prazo. O procedimento vai depender da função para qual o geotêxtil será utilizado. De qualquer forma dever ser instalado em superfície plana, sem a presença de raízes, galhos e agregados pontiagudos. É recomendável que seja aplicado sobre local limpo, evitando quaisquer  tipo de lama, óleo ou qualquer outra substância que apresente possíveis alterações nos atributos para qual o geotêxtil foi dimensionado.

 Suas degradações  podem ser causadas por raios ultravioletas, causando assim sua desvantagem. Não podendo ficar exposto à intempéries, ainda assim é aconselhável impedir o tráfego de máquina sobre o produto, como também especificar camada de solo mínima de cobertura antes da liberação do tráfego, normalmente sendo em torno de 30cm. Em fundações com o solo muito compressível, tal camada deverá ser maior, em torno de 50 cm.

 A abertura das bobinas devem respeitar as condições de obra e as demandas construtivas ao que o material será exigido. O sentido da sobreposição entre os rolos precisa ser considerado em relação aos aspectos como o lançamento do solo sobre o material, ações do vento e fluxo de água. As dimensões da sobreposição vão variar de acordo com a sua aplicação. Quando necessário, deverá ser realizado o processo de  união entre as mantas para que sua junção seja garantida, como por exemplo, costura ou termofusão.

 

 

Atributos

 

 

 Como qualquer produto de construção civil, é recomendável que as normas estejam de acordo com sua respectivas  especificações, para que não seja feita a compra errada do produto. Sendo assim o comprador deve certificar-se de que  o material atende às normas ABNT NBR ISO 10320.

As normas ABNT ISO abrangem todos os tipos de ensaios, assegurando a qualidade do material.

 

 

Dicas

 

 O preço das mantas geotêxteis é delimitado devido às suas peculiaridades como resistência à tração, e composição polimérica. Sendo vendido também por metro quadrado.

 

 

Referência: www.aecweb.com.br