Drenagem

Você sabe as diferenças entre drenagem de solo superficial e profunda?


Postada em 31/05/2019 às 09:30


Elas têm em comum o processo de escoar as águas de terrenos encharcados através de tubos, túneis, canais, valas, fossos e mantas


 


Por Cláudia Ferreira


 


A drenagem é um processo realizado no solo que tem como objetivo escoar as águas de terrenos encharcados através de tubos, canais, valas, fossos e mantas, evitando, desta forma, casos de alagamentos e deslizamentos, e proporcionando a base para a implantação de diversas estruturas.


A drenagem de solo divide-se em dois tipos: drenagem superficial e drenagem profunda. Para definir a ideal para cada tipo de obra é preciso saber suas principais diferenças e realizar um estudo para evitar erros comuns nesta atividade. Mas você sabe quais são as diferenças entre as duas? Não? Então continue lendo este post e confira agora mesmo!


Drenagem Superficial


A drenagem superficial caracteriza-se por captar, e em seguida, escoar as águas acumuladas/precipitadas na superfície do terreno. Serve também para criar um declive constante e acabar com os pontos baixos, criar valas para o escoamento da água acumulada, aumentar a secção de pontes e aquedutos e limpar, alargar e aprofundar as linhas de água.


 



 


A drenagem superficial pode ser aplicada através de:


- Valas revestidas;


- Caneletas moldadas;


- Guias de sarjetas;


- Tubos de concreto e muito mais.


 


Drenagem Profunda


A drenagem profunda foca, principalmente, em retirar o excesso de água que existe no interior do solo, ou seja, baixar o nível freático para amenizar a presença de águas de infiltração e percolação nos solos que causam problemas dos mais variados tipos em obras de engenharia civil.


As causas de um nível freático elevado podem ser, além de uma camada impermeável mais ou menos superficial, o elevado nível de um rio, córrego e da chuva.


Este tipo de drenagem também pode ter outros objetivos, como: interceptar as águas que possam atingir o subleito, manter a umidade compatível com as condições de tráfego, desempenho estrutural e estabilidade de taludes.


Os problemas de drenagem profunda ocorrem normalmente em zonas muita planas, em que toda a água se infiltra no solo, e este processo conta com os seguintes elementos:


 


- Tubos (de concreto, corrugado, flexível, fabricado em PEAD, etc.); que tem como função coletar e conduzir a água até o destino final.


- Material filtrante (areia, agregados britados, geotêxtil Bidim); que tem como função captar e ao mesmo tempo conduzir as águas a serem drenadas.


- Material drenante (britas, seixo rolado, cascalho grosso levado); que tem como função captar e ao mesmo tempo conduzir as águas a serem drenadas.


 



 


Gostou de saber um pouco mais sobre as principais características e diferenças da drenagem de solo superficial e profunda? Então comente aqui embaixo o que achou e continue nos acompanhando para receber mais informações!