Drenagem

Drenagem pluvial: saiba mais sobre este sistema


Postada em 09/05/2019 às 08:00


Conjunto de operações e instalações usadas para remover o excesso de água de superfícies e do subsolo

 

Por Cláudia Ferreira

 

A falta de planejamento ou a ocupação inadequada do espaço urbano são alguns dos fatores que mais causam enchentes, alagamentos e inundações. Estes processos podem ocorrer isoladamente ou de forma integrada, por isso, uma drenagem pluvial é tão importante para diminuir estes impactos sobre a sociedade e o meio ambiente.

Drenagem pluvial

O sistema de drenagem pluvial é formado por estruturas e instalações de engenharia destinadas ao transporte, retenção, tratamento e disposição final das águas das chuvas. Este tipo de drenagem consiste em escoar as águas pluviais de um terreno alagado ou muito úmido, retirando-as de uma região e conduzindo-as para outra, a fim de evitar enchentes e outros problemas com umidade.

Este sistema pode ser feito por meio de tubos, canais, valas, fossos ou túneis: materiais que tornam o solo o mais aproveitável possível e em condições de desenvolvimento adequado para o cultivo e outras atividades similares.

A drenagem de solo é uma técnica que também auxilia no processo de irrigação e em regiões semiáridas, pois evita o alagamento do solo, assim como a salinização (concentração de sais, provocada pela evapotranspiração máxima ou intensa, principalmente em locais de climas mais tropicais). Evita a saturação da água e melhora a resistência e a estruturação do solo. Para realizar um sistema de drenagem de qualidade é necessário ter um projetado bem elaborado e:

 

  • Analisar as condições do terreno, como o reconhecimento e a delimitação da área que será drenada;
  • O levantamento topográfico;
  • O estudo do lençol freático;
  • A ocorrência de precipitações;
  • O estudo do solo;
  • A condutividade hidráulica (velocidade, tempo e possibilidade de transportar e elevar a água por seus meandros);
  • Qual o melhor espaçamento dos tubos para ser utilizado naquele solo específico.

 

Componentes de um sistema de drenagem pluvial

 

  • Guia ou meio-fio: faixa longitudinal de separação do passeio com a rua;
  • Sarjeta: canal situado entre a guia e a pista, destinada a coletar e conduzir as águas de escoamento superficial até os pontos de coleta;
  • Bocas-de-lobo ou bueiros: estruturas destinadas à captação das águas superficiais transportadas pelas sarjetas; em geral situam-se sob o passeio ou sob a sarjeta;
  • Galerias: condutos destinados ao transporte das águas captadas nas bocas coletoras até os pontos de lançamento. Possuem diâmetro mínimo de 400 milímetros.
  • Poços de visita: câmeras situadas em pontos previamente determinados, destinados a permitir a inspeção e limpeza dos condutos subterrâneos;
  • Trecho de galeria: é a parte da galeria situada entre dois poços de visita consecutivos;
  • Bacia de amortecimento: são grandes reservatórios construídos entre dois poços de visita consecutivos.

 

Materiais

 

 

O KNTS Drain é um tubo para drenagem feito especialmente para drenagem pluvial. Tubo corrugado de dupla parede, sendo a parede interna lisa e a externa corrugada, fabricado em PEAD (polietileno de alta densidade) por processo de extrusão.

O tubo KNTS Drain é fornecido em barras de seis metros com bolsa integrada e anel de vedação, e você o encontra na Geocontract – principal distribuidora de produtos técnicos para a construção civil. Profissionais especializados, produtos de qualidade e os menores preços do mercado, em um só lugar!

Acesse nosso site, faça um orçamento e continue nos acompanhando para receber diversos conteúdos sobre o mercado de construção civil e muito mais!