Você Sabia?

Passo a passo: aprenda como fazer o tipo de fundação sapata corrida

Muito utilizada na construção de casas e que pode ser feita em concreto simples ou armado, solo cimento ou caneletas


Postada em 17/07/2019 às 08:14
Por Claudia Ferreira Ribeiro


A sapata corrida é um tipo de fundação artificial bastante utilizada nas construções de casas com vãos pequenos, muros, paredes de reservatórios  e piscinas.


Feita em concreto simples ou armado, solo cimento ou caneletas, a sapata fica localizada na base da edificação e é distribuída linearmente para o solo. O topo pode ser reto ou piramidal e as estruturas de aço mais utilizadas são o radier e a gaiola.


Além da sapata corrida, existem mais três tipos que podem ser utilizadas em uma obra: sapata isolada, sapata associada e sapata com viga de equilíbrio.


Sua execução é de nível fácil, não sendo necessário grande esforço e possui também diversas outras vantagens, como: baixo custo, versatilidade, rapidez de execução, capacidade de construção sem peças e ferramentas especiais no canteiro, execução com pouca escavação e baixo consumo de concreto.


 


Como fazer uma sapata corrida?


1.Comece pela escavação. Observe se na obra as posições onde foram feitas as escavações correspondem às localizações das futuras paredes ou muros. Veja também se as medidas estão coerentes com o projeto.


Verifique se o fundo foi devidamente compactado e recebeu uma camada de concreto magro ou brita. A camada de concreto serve para nivelar e isolar a estrutura de aço do solo, e a brita precisa ser compactada e molhada antes de colocar o concreto.


 



 


2.Posicione as armações de aço com os ferros e dobras voltados para cima. O aço nunca deve ter contato direto com o solo. Recomenda-se a utilização de espaçadores para isolar o aço do solo e evitar que a armação se mova durante a concretagem. Depois fixe as colunas de aço dos arranques ou dos pilares e certifique-se que as colunas dos arranques estão aprumadas e no centro da coluna.


 



 


3. Se o nível do terreno estiver abaixo do nível da rua é necessário colocar tábuas de madeiras para dar o formato às sapatas corridas. Essas tábuas são chamadas de caixarias. Elas devem ser firmes e estar alinhadas e presas com parafusos borboletas ou arames.


 



 


4.Coloque o concreto. Durante a aplicação, observe se o concreto apresenta forma pastosa e homogênea. Após a secagem, o concreto precisa também ter uma cor homogênea e não possuir furos que permitam ver as estruturas de aço. A impermeabilização deve ser feita logo em seguida para proteger toda a fundação, a alvenaria e os seus revestimentos da umidade e infiltrações.


 



 


Diferenças Sapata Corrida X Viga Baldrame


A viga baldrame é o tipo de fundação mais comum atualmente. Geralmente, é o tipo é o mais empregado em casos de cargas leves, tais como residências construídas em sobre solo firme.


A sapata, por sua vez, é a preferida aonde o baldrame não chega a ser muito recomendado, por causa do peso do prédio ou pela baixa resistência do solo. Isso costuma ocorrer quando o peso da habitação é muito grande, ou quando a mesma é construída em terrenos considerados fracos.


Gostou de saber como fazer uma sapata corrida, vantagens e diferenças comparadas à viga baldrame? Então comente no campo abaixo e continue nos acompanhando para receber mais informações sobre o mercado de construção civil e muito mais!