Impermeabilização

Você sabe quais são as causas da presença de umidade nas edificações?


Postada em 28/03/2019 às 08:00


De infiltração, ascensional, por condensação, de obra e acidental


 


Por Cláudia Ferreira


 


A água é um dos maiores causadores de patologias, de forma direta ou indireta, quer se encontre no estado de gelo, líquido ou mesmo enquanto vapor de água. Pode ser vista como um agente de degradação ou como meio para a instalação de outros agentes. As causas da presença de umidade nas edificações são:


 


1. Umidade de infiltração;


2. Umidade ascensional;


3. Umidade por condensação;


4. Umidade de obra;


5. Umidade acidental.


 


Saiba mais sobre cada uma das causas e não deixe a impermeabilização do lado de fora do seu projeto; ela é parte fundamental para o bom e duradouro resultado de uma construção. Aproveite também que o FEIRÃO DA IMPERMEABILIZAÇÃO começou e adquira nossos impermeabilizantes o quanto antes!


 



 


Umidade de infiltração


A umidade passa das áreas externas às internas por pequenas trincas, pela alta capacidade dos materiais absorverem a umidade do ar ou mesmo por falhas na interface entre elementos construtivos, como planos de parede e portas ou janelas. Em geral, é ocasionada pela água da chuva e, se combinada com o vento, pode agravar a infiltração com o aumento da pressão.


 


Umidade ascensional


Caracteriza-se pela presença da água originada do solo, tanto por fenômenos sazonais de aumento de umidade quanto por presença permanente de umidade de lençóis freáticos superficiais, sendo percebida, principalmente, em paredes e pisos. A ascensão da água em paredes ocorre pela existência da capilaridade.


Os vasos capilares permitem que a água suba até o momento em que a mesma entra em equilíbrio com a força da gravidade. A altura que a água ascende pelo vaso capilar depende, principalmente, do seu diâmetro: quanto menor o diâmetro, maior a altura da água.


 


Umidade por condensação


A umidade condensada é consequência da grande umidade do ar e da existência de superfícies que estejam com temperatura abaixo da correspondente ao ponto de orvalho. O fenômeno ocorre por conta da redução da capacidade de absorção de umidade pelo ar quando é resfriado, na interface da parede.


Pode-se afirmar que os diferentes materiais, conforme a sua densidade, se comportam de forma diferenciada quanto à condensação: os mais densos são mais atacados, enquanto os que de menor quantidade sofrem menos.


 


Umidade de obra


A umidade de obra caracteriza-se como a umidade que ficou interna aos materiais por ocasião de sua execução e que acaba por se exteriorizar em decorrência do equilíbrio que se estabelece entre material e ambiente. Um exemplo desse tipo de situação é a umidade para a parte interna das alvenarias, necessitando de um prazo maior do que o da cura do próprio reboco para entrar em equilíbrio com o ambiente interno.


 


Umidade acidental


É a umidade causada por falhas nos sistemas de tubulações, como águas pluviais, esgoto e água potável, e que geram infiltrações. A existência deste tipo de umidade tem uma importância especial quando se trata de edificações que já possuem um longo tempo de existência, pois pode haver presença de materiais com tempo de vida já excedido, que não costumam ser contempladas em planos de manutenção predial.


 


Gostou de saber um pouco sobre as causas da presença de umidade nas edificações? Então continue nos acompanhando e adquira os melhores impermeabilizantes na Geocontract, para sua obra ou reforma!